Habilidades sociais de estudantes de Enfermagem e Psicologia

Autores/as

DOI:

https://doi.org/10.22235/cp.v14i1.2131

Palabras clave:

habilidades sociais, estudantes universitários, Enfermagem, Psicologia

Resumen

Além do conhecimento técnico, a atuação profissional requer competências pessoais e sociais. O presente trabalho objetivou comparar o repertório de habilidades sociais dos estudantes de início e fim dos cursos de Psicologia e Enfermagem de uma instituição pública brasileira. Cento e trinta e nove estudantes universitários responderam a um questionário inicial e ao Inventário de Habilidades Sociais - IHS-Del-Prette. Os resultados indicaram correlações entre tempo de curso e quantidade de atividades acadêmicas e habilidades sociais específicas. Os estudantes de Enfermagem apresentaram maiores índices de habilidades sociais que os de Psicologia. Os estudantes que participavam em atividades acadêmicas, aqueles que já haviam ingressado em outros cursos e as mulheres também apresentaram escores maiores em fatores específicos. Conclui-se que experiências como atividades práticas dos currículos dos cursos, ingresso em outros cursos e a participação em atividades acadêmicas, além de papéis de gênero, podem afetar o desenvolvimento das habilidades sociais.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Citas

Bandeira, M., Costa, M. N., Del Prette, Z. A. P., Del Prette, A., & Gerk-Carneiro, E. (2000). Qualidades psicométricas do Inventário de Habilidades Sociais (IHS): estudo sobre a estabilidade temporal e a validade concomitante. Estudos de Psicologia, 5(2), 401-419.
Bardagi, M. P., & Boff, R. M. (2010). Autoconceito, auto-eficácia profissional e comportamento exploratório em universitários concluintes. Avaliação, Campinas, 15, 41-56.
Barletta, J. B. (2014). A relação médico-paciente na graduação de Medicina: avaliação de necessidades para a educação médica. Tese de Doutorado em Ciências da Saúde, Universidade Federal de Sergipe, Sergipe.
Bhana, V. (2014). Interpersonal skills development in Generation Y student nurses: A literature review. Nurse Education Today, 34, 1430-1434. Doi: https://doi.org/10.1016/j.nedt.2014.05.002
Bolsoni-Silva, A. T., Loureiro, S. R. (2014). The role of social skills in social anxiety of university students. Paidéia, 24(58), 223-232. doi: 10.1590/1982-43272458201410
Brandão, A. S., Bolsoni-Silva, A. T., & Loureiro, S. R. (2017). The Predictors of Graduation: Social Skills, Mental Health, Academic Characteristics. Paidéia, 27(66), 117-125. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/1982-43272766201714
BRASIL. (1997). Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Parecer nº 776/97, de 3 de dezembro de 1997. Retirado em 31 mai 2018 de: <http://portal.mec.gov.br/setec/arquivos/pdf_legislacao/
superior/legisla_superior_parecer77697.pdf>
BRASIL (2004). Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Parecer CNE/CES 0062/2004 de 19 de fevereiro de 2004. Diretrizes curriculares nacionais para o curso de graduação em Psicologia. Retirado em 31 mai 2018 de: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/ces062.pdf
BRASIL (2019). Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Parecer CNE/CES 1071/2019 de 4 de dezembro de 2019. Revisão das Diretrizes Curriculares Nacionais em Psicologia e estabelecimento de normas para o Projeto Pedagógico Complementar (PPC) para a Formação de Professores de Psicologia. Retirado em 30 mar 2020 de: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman
&view=download&alias=139201-pces1071-19&category_slug=dezembro-2019-pdf&Itemid=30192
BRASIL (2001). Conselho Nacional de Educação. Câmara de Educação Superior. Resolução CNE/CES nº 3, de 7 de novembro de 2001. Diretrizes curriculares nacionais para o curso de graduação em Enfermagem. Retirado em 31 mai 2018 de: <http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/CES03.pdf>
BRASIL (2012). Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Retirado em 31 mai 2018 de: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2013/res0466_12_12_2012.html>
Carneiro, A. A., & Teixeira, C. M. (2011). Avaliação de Habilidades Sociais em alunos de graduação em Psicologia da Universidade Federal do Maranhão. Psicologia Ensino & Formação, 2(1), 43-56.
Dal Piva, A. R., Pilatti, L. A., Ferraza, D. C., & Silva, E. (2006). Empresa Júnior: um laboratório de aprendizagem como diferencial para a formação acadêmica. In: XIII SIMPEP. Anais... Bauru, SP, 2006. Retirado em 31 mai 2018 de: <http://www.simpep.feb.unesp.br/anais_simpep_aux.php?e=13>
Del Prette, A., & Del Prette, Z. A. P. (2003). No contexto da travessia para o ambiente de trabalho: treinamento de habilidades sociais com universitários. Estudos de Psicologia, 8(3), 413-420.
Del Prette, Z. A. P. & Del Prette, A. (2010). Habilidades sociais e análise do comportamento: Proximidade histórica e atualidades. Perspectivas em Análise do Comportamento, 1, 104-115.
Del Prette, Z. A. P., & Del Prette, A. (2013). Social skills inventory (SSI-Del-Prette): Characteristics and studies in Brazil. In: F. L. Osório (Ed.), Social Anxiety Disorder. New York: Nova Science Publishers, Inc., 47-62.
Del Prette, Z. A. P. & Del Prette, A. (2018). Inventário de Habilidades Sociais (IHS2-Del-Prette): Manual de aplicação, apuração e interpretação. São Paulo: Pearson.
Del Prette, Z. A. P., Del Prette, A., & Barreto, M. C. M. (1998). Análise de um Inventário de Habilidades Sociais (IHS) em uma amostra de universitários. Psicologia: teoria e pesquisa, 14(3), 219-228.
Del Prette, Z. A. P., Del Prette, A., Barreto, M. C. M., Bandeira, M., Rios-Saldaña, M. R., Ulian, A. L. A. O., Gerk-Caneiro, E., Falcone, E. M. O., & Villa, M. B. (2004). Habilidades sociais de estudantes de Psicologia: um estudo multicêntrico. Psicologia: Reflexão e Crítica, 17(3), 341-350.
Del Prette, Z. A. P., Del Prette, A. & Branco, U. V. C. (1992). Competência social na formação do psicólogo. Paidéia, 2, 40-50.
Del Prette, Z. A. P., Del Prette, A., & Correia, M. F. B. (1992). Competência social: Um estudo comparativo entre alunos de Psicologia, Serviço Social e Engenharia Mecânica. Psicólogo Escolar: Identidade e Perspectivas, 2, 382-384.
Guerra, L. L. L., Aguiar, J., Girotti, V. B. S., Lindau, T. A., & Juliani, R. P. (2016). Habilidades de conversação e desenvoltura em entrevista de emprego: aplicação de um programa de ensino baseado na análise do comportamento. Trilhas Pedagógicas, 6, 288-305.
Gilis, A. E., Morris, M. C., & Ridgway, P. F. (2015). Communication skills assessment in the final postgraduate years to establish practice: a systematic review. Postgraduate Medicine Journal, 91, 13-21.
Gondim, S. M. G. (2002). Perfil profissional e mercado de trabalho: relação com a formação acadêmica pela perspectiva de estudantes universitários. Estudos de Psicologia, 7(2), 299-309.
Hargie, O. (2011). Skilled interpersonal communication: Research, theory, and practice. New York: Routledge.
Lopes, D., C., Dascanio, D., Ferreira, B. C., Del Prette, Z. A. P., & Del Prette, A. (2017). Treinamento de habilidades sociais: avaliação de um programa de desenvolvimento interpessoal profissional para universitários de Ciências Exatas. Interação em Psicologia, 21(1), 55-65.
Lopes, D., C., Gerolamo, M. C., Del Prette, Z. A. P., Musetti, M. A., & Del Prette, A. (2015). Social skills: A key factor for engineering students to develop interpersonal skills. International Journal of Engineering Education, 31(1B), 405-413.
Menkes, C. (2011). Novas Demandas do Contexto Profissional: as Habilidades Sociais Profissionais. Psicologia em Destaque, 1(1), 71-74.
Pereira, S. A., Wagner, F. M., & Oliveira, S. M. (2014). Déficits em habilidades sociais e ansiedade social: Avaliação de estudantes de Psicologia. Psicologia da Educação, 38, 113-122.
Pereira-Lima, K., & Loureiro, S. R. (2017). Associations between social skills and burnout dimensions in medical residentes. Estudos de Psicologia, 34(2), 281-292. Doi: https://doi.org/10.1590/1982-02752017000200009
Rosin, J., Tres, D. P., Santos, R. P., Peres, R. R., & Oliveira, J. L. C. (2016). Desenvolvimento de competências gerenciais na Enfermagem: experiência entre residentes. Revista Eletrônica Gestão & Saúde, 7(1), 231-246.
Soares, A. B. & Del Prette, Z. A. P. (2015). Habilidades sócias e adaptação à universidade: convergências e divergências dos construtos. Análise Psicológica, 2, 139-151. doi: 10.14417/ap.911
Soares, A. B., Mourão, L., Santos, A. A. A., & Melo, T. V. S. (2015). Habilidades sociais e vivência acadêmica de estudantes universitários. Interação em Psicologia, 19(2), 211-223.
Soares, A. B., Seabra, A. M. R., & Gomes, G. (2014). Inteligência, autoeficácia e habilidades sociais em estudantes universitários. Revista Brasileira de Orientação Profissional, 15(1), 85-94.
Tavares, D. S., Costa, L., Gomes, C. A., Mussoi, T. D., Blumke, A. C., & Baches, D. S. (2014). Programa de educação pelo trabalho para a saúde: relato de experiências. Disciplinarum Scientia, 15(2), 269-275.
Vieira, A. R., Souza, B. P., Parão, A. O. A., Oliveira, M. A. S., & Santos, T. K. A. (2017). As contribuições da empresa júnior para o desenvolvimento das competências profissionais do estudante universitário: um estudo nos municípios de ribeirão preto e sertãozinho. Revista Iluminart, 15, 125-138.
Vieira-Santos, J. (2016). Impacto das Diretrizes Curriculares Nacionais na formação em Psicologia: revisão de literatura. Psicologia: Ensino & Formação, 7(2), 34-52. Doi: http://dx.doi.org/10.21826/2179-58002016723552.

Publicado

2020-04-14

Cómo citar

Carneiro Machado, F., Braga Matias Santos, L., & Moreira, J. M. (2020). Habilidades sociais de estudantes de Enfermagem e Psicologia. Ciencias Psicológicas, 14(1), e-2131. https://doi.org/10.22235/cp.v14i1.2131

Número

Sección

ARTÍCULOS ORIGINALES